QFSR no Youtube: Fashion Revolution Week

Apesar de falarmos muito sobre Fashion Revolution no instagram, e já ter até post no blog sobre o tema (clique aqui para acessar), ainda tem muita gente que não conhece o movimento.

Por isso, aproveitamos as vésperas de Fashion Revolution Week para fazer um vídeo com a Marina de Luca, diretora de comunicação do movimento no Brasil. Nesse vídeo ela esclarece várias coisas e convida todos nós a participarmos do movimento.

QFSR e Fashion Revolution no Youtube

O vídeo está um pouco longo sim, mas prometo que o conteúdo vai valer a pena.

Faz um chazinho, se enrola em uma cobertinha (já que o frio chegou) e acompanha o nosso bate papo, depois conta o que achou? Vou adorar saber!

Ah, e não esquece de se inscrever no canal para receber as notificações de vídeos novos.

Beijinhos

Valen

Porque eu resolvi parar de comer carne – Cowspiracy

No meu último post de 2018 eu contei para vocês por que resolvi parar de comer carne. Além disso, eu mostro minha estratégia para isso que vai durar o ano todo. Eu já havia lido diversas coisas sobre o tema, já fazia segunda sem carne há quase dois anos, já sabia que não queria mais, mas não sabia como fazer e sempre adiava. Mas foi depois de assistir ao documentário Cowspiracy , exibido pelo Netflix e financiado pelo Leonardo diCaprio, que eu tomei a minha decisão: eu quero pelo menos tentar!

Metas 2018: por que não tê-las?

Chega essa época do ano e o que eu mais vejo são dois grupos de pessoas bem distintos. Aqueles que fazem listas e traçam metas (muitas vezes impossíveis de serem cumpridas) para o ano que está chegando e aqueles que criticam quem faz isso.

Fonte: https://patypegorin.net

Eu nunca fui uma pessoa de fazer uma lista de metas para o outro ano, para falar bem a verdade eu poderia ser até uma pessoa do grupo de críticos em um passado bem recente. Mas meu ano de 2017 foi TÃO conturbado que eu acabei deixando de lado vários projetos pessoais e profissionais. Sim, eu acabei me dando o “restinho”do ano para simplesmente viver, sem grandes exigências ou tarefas a serem cumpridas, sabe?

Por esse motivo resolvi traçar metas específicas, porém bem planejadas e nada impossíveis de serem alcançadas. Enquanto fazia isso descobri o quanto isso pode ser legal e resolvi compartilhá-las com vocês. Dessa forma tenho mais motivação ainda para realizar, certo?

Apresentando: Brisa Slow Fashion

Tenho muita honra em apresentar para vocês a Brisa Slow Fashion. Honra sim, porque o trabalho dessas meninas é de emocionar quem anda se perguntando onde o mundo vai parar.

 

 

Depois de algum tempo acompanhando o blog, você já deve ter entendido (apesar de eu não apertar tanto nesse tecla para não assustar demais) que estamos no meio de um colapso. A conta simplesmente não fecha mais. É matéria prima se esgotando, produção de lixo nas alturas sem destino e descarte adequados, exploração de mão de obra para alcançar preços cada vez mais baixos (mesmo com o valor de tudo aumentando), entre outros problemas gigantes decorrentes da indústria da moda (vou parar por aqui para não assustar o povo).  No meio dessa loucura, surge a Brisa.

Choque de realidade após “The True Cost”

Minha primeira observação (pedido) antes de comentar os pontos altos do documentário ” The True Cost ” é: ASSISTA! Meu segundo pedido é desculpas por esse post. Ele realmente está no melhor estilo tapa na cara com luva de pelica mas, infelizmente, não tem como abordar esse tema de forma diferente. Pelo menos para mim.

Se você curte o tema do blog, se está interessado em mudar sua forma de consumo, se gosta do que eu escrevo aqui eu te peço mais uma vez: assista. Assim vai ser muito mais fácil, por quê vamos estar sintonizados na mesma estação.