Apresentando: Les Collines

Eu sempre pratiquei esportes e usar roupas que representassem isso sempre foi minha marca registrada (quem me conhece sabe bem, haha). Pensando em fugir das multinacionais poderosonas e clássicas que dominam o mundo dos esportes, me deparei com a Les Collines.

São tantas qualidades que vai até parecer propaganda.

O design é lindo, a qualidade é inegável e a produção é responsável – pode ser melhor?

6 lições sobre consumo com o filme “Os Delírios de Consumo de Becky Bloom”

‍Queridos consumistas de plantão, ainda não assistiram esse clássico shopaholiquístico do cinema mundial?  Então esse será seu dever de casa! Não se considera consumista mas gostaria de uma dica de filme para se divertir no fim de semana? Esse post também pode servir para você.

 

Dicionário de termos QFSR: parte 2

Você fica perdido quando lê um texto sobre moda sustentável e encontra um monte de termos que nunca viu na vida? Só enxerga um monte de palavra em inglês e mesmo conhecendo o idioma não entende o sentido de tudo?

Você está no lugar certo!

Tudo que você sempre quis saber e nunca teve coragem de perguntar (hahaha) em apenas dois posts super esclarecedores (e a modéstia ficou em casa hoje).

Já leu o primeiro? Ainda não? Então não perde tempo e clica aqui!

Esse é o dicionário QUEM FAZ  SUAS ROUPAS!!

Dicionário de termos QFSR: parte 1

Estamos no meio de uma mudança e com ela surgem algumas novidades, coisas fora do nosso cotidiano e da nossa rotina. Entre essas coisas estão alguns termos que antigamente não existiam, ou apenas não eram utilizados.

Hoje o QFSR vai te ajudar a não ficar perdido no meio de tanta coisa boa que está rolando por aí.

Esse é o dicionário QUEM FAZ SUAS ROUPAS!!!

Blog de cara nova!

Quem por aí percebeu que o blog está de decoração nova desde ontem?

É isso mesmo, eu queria algo original, artesanal, lindo e que representasse tudo que estou tentando dividir com vocês por aqui em uma imagem. Mas essa história começa há algum tempo…

Há mais ou menos um ano atrás, em um domingo qualquer, conheci a Andressa na Avenida Paulista vendendo suas aquarelas em uma espécie de bicicleta muito charmosa.

Apresentando: Hey Bag!

Comprei minha primeira Hey Bag no início desse ano através do e-commerce da marca, após inúmeras experiências frustrantes com bolsas de couro fake de marcas conhecidas por aí.

bolsa-hey-bag

Logo de cara já me encantei com alguns pontos da marca, como:

  • Atendimento ao cliente super pessoal – pelo WhatsApp;
  • Site fácil, claro e lindo;
  • A delicadeza e gentileza no momento da entrega;
  • Qualidades dos materiais – a Hey Bag só trabalha com couro legítimo;
  • E por último, mas não menos importante, os produtos lindos e atemporais da marca.

Conceito MUJI, você já ouviu falar?

Muji

O conceito Muji surgiu em Tokyo no ano de 1980 (não é nenhuma criança) e tinha como objetivo oferecer produtos de qualidade com preços acessíveis à população. Para representar isso a empresa criou seu próprio slogan: “Lower priced for a reason“.  O motivo em questão era o fato de embalar os produtos em papel celofane, com rótulos explicativos em kraft, escritos em vermelho (apenas sobre infos do produto) e principalmente – SEM MARCA ou LOGO!

leite-muji    produto-muji