Apresentando: Rina Lab

Uma das perguntas mais frequentes que recebo no instagram do blog é “você tem alguma indicação de blusinha básica? tipo aquelas da Forever 21?”. Eu, mesmo sem conhecer muito bem, sempre indiquei a Rina Lab porque as meninas têm um modelo de regata que lembra (com muito mais qualidade, claro) esse da marca citada acima, haha.

Acabei descobrindo elas por acaso, nesse mundo de internet e nos seguimos há algum tempo. Esses dias a Bea, uma das mulheres maravilhosas por trás da marca, me procurou e conversamos sobre como surgiu o projeto, como é o processo de produção e a origem da matéria prima. É claro que eu trouxe todas essas informações para vocês! Porque aqui nós gostamos mesmo é de compartilhar. 

Da faculdade para a sociedade!

A Bea já pesquisa e trabalha com slow fashion desde a faculdade e a Camila leva a costura de berço, as meninas se formaram juntas em Moda na UDESC e por um breve momento seguiram caminhos diferentes, em outras áreas. Depois de algum tempo resolveram unir forças e montar um ateliê, onde funciona a produção da Rina Lab, com esse histórico não poderia ser diferente, né? A marca surgiu em setembro/2017 e tem o objetivo de produzir peças confortáveis, versáteis e, claro, atemporais.

A construção da peça é devagar e passa por vários processos de produção e criação até chegar ao produto final, que ainda pode sofrer algumas modificações já que as meninas estão super abertas para receber feedback de seus clientes.

     

Duas formas de usar a saia Paulista

Incentivar e divulgar o Slow Fashion é o maior objetivo da Rina Lab

As meninas têm como objetivo divulgar o movimento slow e fazem isso com maestria.

O ateliê tem portas abertas para quem quiser conhecer e conversar. A comunicação virtual desperta a curiosidade de quem está do outro lado. E ao receber uma encomenda a surpresa final, além de uma peça super bem acabada e com muita qualidade, as meninas contam para gente que a embalagem e até a cartinha são produzidas de resíduos do próprio ateliê. É para se apaixonar ou o que?

Além disso, elas procuram utilizar matéria prima regional e comprar diretamente com produtores catarinenses, além de consumir tecidos que seriam descartados pela indústria têxtil também.

 

Nesse vídeo as meninas compartilham um pouco da sua rotina com a gente!

Eu estou super feliz de conhecer mais um projeto incrível como a Rina Lab e ter o prazer de agradecer pessoalmente.

Bea e Camila, obrigada por terem feito minhas roupas!

Produção: Florianópolis/SC

Site e loja online: http://www.rinalab.com.br/

Instagram: @rina.lab

  • Feito no Brasil;
  • Produção justa e regional; 
  • Produção artesanal;
  • Matéria prima que seria descartada pela indústria;
  • Mulheres empreendedoras;
  • Design atemporal; 

4 comments
  1. Que fofo! Gostei muito! Vou procurar conhecer melhor.
    Gratidão por nos apresentar mais uma marca linda!

    1. Muito fofo e pertinho da gente, né? <3

  2. Eu sou cliente Rina e posso falar da satisfação que é usar roupas feitas e pensadas em cada detalhe, por gente que gosta do que faz! Além de lindas, as peças são muito confortáveis e versáteis! Indico mil vezes e de olhos fechados. Vale a pena conferir 🙂

    1. Que legal o seu feedback, muito obrigada! Também amamos conhecer a marca e as peças!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *