Apresentando: Think Blue

Eu já falei algumas vezes que não trabalho com moda, né? Por esse motivo, fica difícil entender algumas coisas desse universo tão novo, principalmente quando as pessoas usam termos técnicos. Porém, depois de tantas conversas com produtores nesses quase 10 meses de blog, meu arsenal de termos e conceitos já está muito maior. E foi com a Think Blue, marca que eu vou apresentar hoje para vocês, que eu entendi o real significado do termo upcycling (muito falado por aqui).

Nesse post e nesse também, eu fiz um dicionário com alguns termos mais usados aqui no QFSR

Não necessariamente foi durante a minha conversa com a Mirella, idealizadora da marca, que eu entendi o conceito de upcycling. Mas foi quando conheci e passei a acompanhar o trabalho dela e da Think Blue que tudo ficou mais claro. E hoje, eu acho que tudo isso vai ficar mais claro para você também.

De uma viagem nasce uma ideia

Bolsa da marca feita com upcycling de camiseta polo.

A Mirella estava no meio da faculdade de moda quando foi passar uma temporada em Londres.

Por lá as pessoas valorizam muito o conceito de second hand e economia circular. Primeiro porque roupas (exceto fast fashion) são artigos bem caros e depois porque a Europa já vivenciou guerra e escassez que nós, do novo mundo, ainda não vivenciamos, e acabam valorizando mais esse tipo de coisa.

Isso chamou atenção do olhar atento da Mirella, que voltou para o Brasil empolgada para trabalhar em cima desses conceitos. Por isso logo iniciou seu projeto em um laboratório de sustentabilidade na própria facul e descobriu um braço do second hand – o Upcycling. Pronto, ali eles já estavam apaixonados. Ele por ela, ela por ele. Foi um lance de amor a primeira vista mesmo, e o fruto dessa história de amor foi o TCC da Mi, todo baseado no tema. Não demorou muito para sair dali o seu negócio também.

Think Blue é o novo think green

Olha eu aqui bem metida já criando slogan para a marca, hahaha. Mas acho que foi esse o conceito que a Mi quis passar quando criou esse nome. A sustentabilidade está fortemente presente na raiz da Think Blue, mas ela vem acompanhada de um design incrível, acabamento impecável e estilo de sobra.

A marca é super preocupada com empoderamento feminino também. Girl power do bom!

O jeans, apesar de um queridinho, é um dos materiais mais poluentes do nosso guarda-roupas, além de utilizar uma quantidade absurda de água para a produção de cada peça (em torno de 11 MIL litros de água).

Em contrapartida, também é um produto extremamente resistente e super popular.

Unindo todas essas informações foi que a Mirella resolveu nos convidar a “pensar azul”, pensar sustentável, pensar na nossa água, pensar no meio ambiente

Não precisamos de mais jeans nesse mundo, mas podemos ter peças novas e na moda. Não precisamos gastar 11 mil litros de água se podemos gastar uma quantidade bem menor apenas lavando as peças que estão perdidas por aí. 

Produção justa, matéria prima sustentável

A produção da Mi começa lá no Rio mas tem alguns processos em SP também. Tudo isso para garantir a qualidade impecável que as peças da marca têm.

Todos os processos da produção são vigiados de perto pela Mi. A matéria prima é garimpada em brechós e através de doações também.

Eu já separei uma sacolona de calças para enviar para o Rio, alguém que costuma fazer a ponte aérea se prontifica a levar pra mim? hahaha

 .    

Mirella Rodrigues, idealizadora da marca

Eu estou super empolgada em apresentar a Think Blue para vocês, penso que ela é uma opção incrível para não deixarmos de lado essa peça tão queridinha e ao mesmo tempo tomar conta desse bem tão precioso que é o nosso meio ambiente.

Obrigada por esse trabalho lindo e por nos contar mais sobre a sua história, Mi!

 

 

Produção: Rio de Janeiro/RJ e São Paulo/SP

Site e loja online: http://www.thinkblueupcycled.com.br/

Instagram: @thinkblue_upcycled

  • Feito no Brasil;
  • Produção justa; 
  • Produção artesanal;
  • Upcycled;
  • Water saving;
  • Aceita doações de jeans;
  • Mulheres empreendedoras;
2 comments
  1. Que legal! Adorei!
    Não sabia que gastava tanta água assim para produzir um jeans, fiquei chocada!
    Vou dar.uma enxugada nessas peças e pensar consciente com essa marca.linda numa próxima compra.
    Beijinho.

    1. São insanos esses números, né? Eu também fiquei muito assustada quando descobri. Obrigada pelo carinho de sempre! Beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *