15 de outubro: Dia do Consumo Consciente

Sim, desde 2009 o dia dos professores ganhou concorrência. O Ministério do Meio Ambiente acompanhou o movimento internacional e escolheu a data para reforçar a importância e o impacto das nossas escolhas.

Mas o que é consumo consciente? 

Consumir consciente não quer dizer não comprar. Passa por isso também, mas não é a única forma. É escolher melhor. Escolher empresas com valores parecidos aos seus em diferentes aspectos. É pensar antes de comprar e também não se deixar levar por promoções.

 

Um tempo atrás eu falei sobre a minha forma de escolher o que comprar (clique aqui para ler). Naquele momento eu falei que a sua forma de pensar poderia ser diferente da minha, e que  até eu mesma poderia mudar minha forma de escolha. De fato eu mudei e por esse motivo vou atualizar meu fluxograma.

 

Mas aí você me pergunta: o que mudou? Uma coisinha apenas, mas muito importante. Hoje em dia eu me preocupo muito mais com a matéria prima do que estou usando. O que no início do blog não parecia algo tão importante para mim.

Qual a origem, como foi produzida? Como é o descarte? É biodegradável?

Pensando em conscientizar e mobilizar a sociedade em relação ao consumo e em apoiar uma transição para estilos sustentáveis de vida foi que surgiu o Instituto Akatu.

Instituto Akatu

“Criado em 15 de março de 2001 (Dia Mundial do Consumidor), o Instituto Akatu é uma organização não governamental sem fins lucrativos que trabalha pela conscientização e mobilização da sociedade para o consumo consciente.

As atividades estão focadas na mudança de comportamento do consumidor e são realizadas a partir de duas frentes de atuação: Educação e Comunicação, com o desenvolvimento de campanhas, conteúdos e metodologias, pesquisas e eventos.

O Akatu também atua junto a empresas que buscam caminhos para a nova economia, ajudando a identificar oportunidades que levem a novos modelos de produção e consumo, que respeitem o ambiente e o bem-estar, sem deixar de lado a prosperidade.”

Texto retirado do site do instituto.

Esse ano o Instituto está promovendo uma campanha de conscientização das pessoas sobre comprar por impulso e cair naquela famosa cilada. O grupo me convidou para contar para vocês através das redes sociais uma experiência de compra que parecia amor mas na verdade foi uma cilada. O resultado você pode conferir no instagram do blog ou na #eracilada.

 

 

E você? Já caiu em alguma cilada? Divide comigo aqui nos comentários.

Beijos e boa semana!

Você também pode gostar de

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *