Como comprar com consciência em viagens: Nova York

Eu tentei, realmente tentei encontrar boas opções de compra consciente em Nova York. Mas preciso admitir para vocês, acho que vou ter que voltar lá algumas vezes ainda para descobrir (desculpa esfarrapada, será? haha). De fato, todas as pechinchas e bons negócios que eu encontrei se limitavam a produtos vindos dos clássicos: China, Índia, Sri Lanka, Bangladesh e por aí vai.

Por esse motivo esse post não é para o contar o que eu comprei. Nele eu vou tentar te convencer a aproveitar mais os momentos e menos as coisas nessa cidade maravilhosa!

‍1. Invista seu dinheiro em comida (2): 

Opa, eu já falei isso antes aqui e você deve estar pensando que eu sou aquelas gordinhas alucinadas por comida. Ok, eu sei, mas eu também avisei que essa seria minha maior e melhor dica sempre. Nossas viagens são únicas e precisamos aproveitar cada momento, assim como curtir com as pessoas que estão nessa conosco.

 

Vá a restaurantes incríveis. Prove a melhor cheesecake, o melhor cookie. Faça um tour gastronômico para descobrir qual o melhor hambúrguer de Manhattan. Grande parte das minhas comidas preferidas estão nessa cidade.

Row House – Harlem

 

Se me permite facilitar a sua vida nessa busca, tenho algumas recomendações:

  • Bare Burger (meu hambúrguer preferido no mundo): Lá tudo é orgânico e a carne é livre de anabolizantes. Mas o ponto alto é o sabor mesmo, incrível!
  • O cookie do Le Vain: Esse é considerado por muitos, o melhor cookie do mundo. Pelo menos do meu mundo é, haha.
  • Pizzas: Qualquer uma em qualquer lugar. O americano sabe mesmo fazer isso ser delicioso e barato.
  • Mac & Cheesse do Row House no Harlem: A comida é deliciosa, o ambiente agradável (sem turistas) e se você der sorte ainda rola um Jazz do bom por lá.
  • O bagel do E.A.T da Madison: Ambiente tradicional e agradável, longe da loucura dos turistas.

2. Compras online de marcas fair trade, sustentáveis e eco friendly:

Em minha última visita à NYC eu não estava muito atenta a compras, simplesmente não estava nesse mood. Mas acho uma ótima oportunidade de conhecer marcas responsáveis, até porque existem várias por lá. Não necessariamente a loja física, que é algo muito raro em Manhattan, mas você pode comprar pela internet antes da viagem e solicitar a entrega na casa ou hotel que vai ficar.

Eu queria muito ter conhecido os produtos da TenTree pessoalmente, mas acabei não conseguindo me organizar. A marca tem umas roupas super cools e promete plantar 10 árvores para cada peça de roupa vendida. No site a empresa mostra a quantidade e os locais onde estão sendo plantadas. Uma boa opção!

3. Compre vinhos e chocolates: 

Chelsea Market

Gordinha e alcoólatra passando por aqui novamente. Mas é sério! Vinho e chocolates são muito mais baratos nos EUA do que no Brasil e essa pode ser a sua oportunidade de tomar um vinho que nunca imaginou. Eu comprei meu primeiro vinho francês na minha última viagem à NYC. Paguei $18, aqui no Brasil a mesma garrafa custava R$115, viu só? Outra dica que eu dou é, valorize os produtores locais e experimente um (ou uns) vinho(s) produzido(s) por lá mesmo.

Conheça o blog da Pinot Atelier – Lá a Louise dá dicas preciosas sobre o mundo dos vinhos.

 

4. Eletrônicos e material esportivo:

Essa dica segue a linha do post sobre Cartagena. Se essa é a única opção e o preço é menor lá, aproveite a viagem, é claro! Não vamos ser hipócritas. Todo mundo gosta e deve fazer um bom negócio. No caso de eletrônicos e tênis, vamos comprar o mesmo produto no Brasil e lá, porém com preços absurdamente mais atrativos. Aproveite a oportunidade!

5. Conhecer Brechós:

Roupas usadas são sempre as opções mais sustentáveis. Simplesmente pelo motivo de você aumentar a vida útil de um bem antes de destiná-lo ao lixo. Muitas vezes o que não é útil para alguém pode ser para você.

Eu não gosto de hipocrisia, então admito que eu não sou a rainha do brechó. Tenho um pouco de preguiça de garimpar e o cheiro de coisas antigas me incomoda muito (rinite sempre dá alô). Mas você pode achar coisas incríveis lá. Ainda mais nos EUA onde o povo costuma comprar muito e se desfazer de coisas quase novas.

Clique aqui para saber mais sobre brechós em NYC.

PS: Housing Works é um brechó que reverte parte dos seus lucros para pesquisas sobre tratamento de AIDS. Super cool!

6. Faça programas ao ar livre: 

Brooklyn

Passe o dia no Central Park, faça um picnic por lá. Cruze a Brooklyn Bridge a pé e passe a tarde andando pelo Dumbo e seus parques maravilhosos. Coma comida de rua no Brooklyn. Simplesmente caminhe pelo Chelsea. Essa cidade é maravilhosa e inspiradora por si só. Não perca tempo trancado em malls, lojas de departamento ou atrações turísticas clichês.

Essas são as minhas dicas para você curtir tudo que Nova York tem de melhor para oferecer. E não esqueça,  invista nos momentos, eles sim são eternos!

2 comments
  1. Amei o post! Vou divulgar JÁ para as minhas amigas que amam NY e não deixam de fazer uma visitinha sempre que têm a oportunidade!

  2. A hora que vc for de novo me avisa e me convida, por favor! Meu sonho fazer coisas que nao são clichês em lugares maravilhosos assim!
    <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *